História

Até Einstein gostou de nós

1919 a 1922

Baltzar von Platen e Carl Munters eram dois jovens suecos estudantes de engenharia que tinham uma ideia maluca. Eles estavam convencidos de que a melhor maneira de conseguir um efeito de refrigeração era usando calor. Eles acreditavam tanto na ideia que viviam faltando às aulas para trabalhar nela. Finalmente, depois de muitos dias longos e noites que pareciam intermináveis, eles conseguiram projetar um gabinete de refrigeração sem compressor, sem peças móveis... –e sem gelo. Com a simples aplicação de calor a uma caldeira, um agente de refrigeração circula no sistema, absorvendo o calor e criando um efeito de refrigeração.
O gabinete deles foi o primeiro refrigerador do mundo.
Baltzar von Platen, Carl Munters, refrigerador, geladeira, refrigeração, inventores, Suécia, primeiro, absorção, estudante de engenharia, realização, preto e branco

1923

O gabinete ganha uma patente. Até mesmo o grande Albert Einstein ficou impressionado, dizendo que a invenção foi uma ideia brilhante. No mesmo ano, a Arctic, uma empresa sueca que não poderia ter um nome mais adequado, adquiriu os direitos de fabricação.
Refrigerador, geladeira, primeiro, absorção, gabinete, Arctic, Electrolux, Dometic, preto e branco, antigo, 1923, patente

1925

Pouco tempo depois, a Electrolux, uma empresa de utensílios domésticos em ascensão, viu o potencial da invenção de von Platen e Munter. Em 1925, a Electrolux comprou a Arctic. Nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial, os refrigeradores ganharam espaço em todos os lares da classe média. As vendas alcançaram milhões de unidades.

Electrolux, Dometic, empresa, fábrica, trabalho, trabalhadores, funcionários, preto e branco, história, antigo, bicicleta, bike, 1925, ar livre

1950 a 1970

Na década de 1950, a Electrolux começou a entrar no mercado de lazer – principalmente nos Estados Unidos, um país que vivia uma época muito próspera no período pós-guerra. Para fortalecer sua presença em um segmento que crescia de maneira sólida, a empresa adquiriu inovações revolucionárias e marcas fortes, sempre e quando fosse algo comercialmente justificável.

No final da década de 1960, a Electrolux deu um nome à sua divisão de utensílios de lazer:
Dometic.

Fábrica, Electrolux, Dometic, Trabalho, trabalhadores, funcionários, história, soldagem, fabricação, preto e branco, óculos

1970 até hoje

Em 2001, a Electrolux vendeu seus negócios no mercado de lazer para a EQT, uma empresa de investimentos. A Dometic passou a caminhar com as próprias pernas. E fez isso se mantendo fiel às suas tradições e sem deixar de criar soluções inteligentes, muitas vezes premiadas. Conforme o novo século avança, fica cada vez mais claro que mais e mais pessoas no mundo querem ter uma vida móvel. Para algumas, como motoristas de caminhão, é uma questão de negócios. Para o resto, é por prazer. Porém, todas elas têm as mesmas necessidades básicas – cozinhar, cuidar da higiene pessoal e manter uma temperatura agradável. Essa simples verdade é a base de um novo conceito que representa a oferta da Dometic: “A moradia móvel está fácil. ”

Em 2015, a Dometic tornou-se uma empresa de capital aberto, com ações comercializadas na Bolsa de Valores de Estocolmo.

Dometic, fábrica, EUA, Estados Unidos, Elkhart, Indiana, homem, trabalho, trabalhador, cabos, empresa